3 fevereiro 2010,
 0

A Medida Provisória No. 1.171, de 27 de outubro de 1995, extinguiu a UFERJ, que foi utilizada até 31 de dezembro de 1995, sendo o seu valor, naquela época, de R$ 35,20. Essa Medida Provisória autorizou o Estado a substituir a UFERJ pela UFIR.

O Decreto Estadual No. 21.945, de 27 de dezembro de 1995, adotou, a partir de 1o. de janeiro de 1996, a UFIR para fins de atualização monetária dos créditos do Estado do Rio de Janeiro, dispondo que para efeitos de conversão, 1 UFERJ correspondia a 44,2655 UFIR.

A partir de 1o. de novembro de 2001, o Decreto Estadual No. 27.518, de 28 de novembro de 2000, instituiu a UFIR-RJ como medida de valor e parâmetro de atualização de tributos e de valores expressos em UFIR, na legislação estadual, assim como os relativos a multas e penalidades de qualquer natureza.

Com base na equivalência de 1 UFERJ = 44,2655 UFIR-RJ, temos:

(regra de três)
1 UFIR-RJ _________________R$1,8258 (2008)
44,2655 UFIR-RJ_____________ y

y = 44,2655 x 1,8258 = R$ 80,82 (seria o valor da UFERJ, caso existisse)

Fonte: http://emolumentos.funesbom.rj.gov.br/instrucaoUferjUfir.do

Logo, como os valores mínimos e máximos para a Taxa Judiciária, quando proporcional (art. 133 Decreto -Lei 5 de 15/03/75, Código Tributário Estadual do Estado do Rio de Janeiro ), são respectivamente 0,55 UFERJ e 250 UFERJ, convertidos para reais são equivalentes ao mínimo de R$44,45 (R$80,82 * 0,55) e máximo de R$20.205,00 (R$80,82 * 250) .

2008 – R$1,8258 – UFIR-RJ  – fonte legal: Resolução SEFAZ Nº 100, de 20 Dez 2007

Deixe uma resposta